Amostras de rio de Garuva são coletadas após despejo de produto químico levado por caminhão.

  • 0

Amostras de rio de Garuva são coletadas após despejo de produto químico levado por caminhão.

Prefeitura emitiu alerta sobre água do rio. Caminhão bateu em outro e tombou em Guaratuba (PR).

Acidente provoca despejo de sustância corrosiva em rio na divisa com o Paraná

Acidente provoca despejo de sustância corrosiva em rio na divisa com o Paraná

Amostras do Rio São João em Garuva, no Norte catarinense, foram coletadas nesta quinta-feira (13) após o despejo de milhares de litros de produto químico na água por causa de um acidente entre dois caminhões. Um dos veículos tombou em Guaratuba, no Paraná. A Prefeitura de Garuva emitiu alerta sobre a água, como mostrou o RBS Notícias.

Acidente

O acidente ocorreu por volta das 6h30 desta quinta. O caminhão tombou depois de bater em outro. Quase todo o tanque do veículo carregado de produto químico vazou. Ele transportava 11 mil litros de material corrosivo. Quase tudo o que vazou foi para o córrego que corre ao lado da rodovia.

A empresa transportadora disse que o caminhão estava carregado de sulfato de alumínio, que é um sal bastante usado para tratar água, até mesmo a usada em casa. Há problema quando o produto é usado em uma concentração alta. Nesse caso, pode provocar irritação na pele e, se for engolido, queimações internas.

Riscos

O engenheiro químico da transportadora acredita que não haverá dano ambiental. “É um produto que não emite gás, não tem cheiro forte. A concentração de alumínio não é tão alta, dá em torno de 3% de alumínio, que é uma concentração baixa. É um pouquinho ácido, por isso que é jogado calcário. Mas o risco é só se tiver em alta concentração. Em baixa concentração não tem risco”, afirmou Milton de Oliveira.

O acidente ocorreu na BR-376, que é a continuação da BR-101 no Paraná. Pela manhã, as três pistas sentido Sul ficaram fechadas. À tarde, apenas uma continuava bloqueada. Uma equipe de emergências ambientais removeu o resto do produto do tanque do caminhão.

Alerta

O córrego que passa do lado da rodovia deságua em um rio que corta a cidade de Garuva. A prefeitura emitiu um alerta aos moradores. “A gente tomou a preucação de já, logo de manhã, alertar toda a comunidade para não utilizar a água do rio, nem para alimentar animais, ou para se banhar, ou para pesca também, evitar hoje [quinta]. Amanhã [sexta] nós vamos fazer esse monitoramento novamente”, afirmou o secretário de Saneamento Ambiental de Garuva, Márcio Ricardo Herpich.

A carga ia pra empresas têxteis de Brusque, no Vale do Itajaí, para tratar resíduos de produção. Os resultados das amostras do rio coletadas vão apontar se houve dano ambiental.

Fonte G1


FACEBOOK

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar